Macrofotografia com a sua lente do kit – Saiba como!

Olá amigo(a), tudo bem com você?
Sei que estou sumido demais daqui do Blog, mas é que como estava viajando por toda Europa e Grécia fotografando e ao mesmo tempo expondo no  ICP (International Center of Photography) em New York, então estava meio sem tempo… “Sácumé né” ;)? he he…

Brincadeira, eu sumi sim, mas é porque estou trabalhando demais da conta aqui no Câmera Mais. Ainda mais agora que existe o Câmera Mais – Fotografia Livre, que é um grupo sério de estudo fotográfico. onde os membros trocam ideias e sobre técnicas fotográficas, tiram dúvidas, e o mais importante; criticam e são criticados com respeito e seriedade. O grupo é muito sério mesmo e isso graças ao membros que fazem parte dele e contribuem com seus conhecimentos de forma muito agradável.
Se você quiser participar deverá ler as regras do grupo antes de qualquer outra coisa. Depois de ler e concordar com as regras, poderá então solicitar a sua participação clicando aqui.

Bom, mas chega de lero lero né?

Macro fotografia abelha jataíOutro dia lá no grupo, um membro mostrou uma matéria sobre macrofotografia com lente invertida. Isso mesmo, no sentido real da “coisa”. Pega-se a lente e a posiciona com as contatos para frente, e não no corpo da câmera como o de costume.

Então, seguindo a sugestão de um colega membro do grupo, fiz essas fotos que você verá abaixo, usando a objetiva Canon EF-S 18-55mm f/3.5-5.6 IS II – EF-S (lente do kit), porém invertida.
Já havia feito meses atrás essa foto ao lado, que usa da técnica/recurso de lente invertida, mas que foi postada já faz mais tempo, usei uma 18-55mm também, mas que foi completamente adaptada por um técnico de eletrônica. Ele desmontou toda a lente, trocou a baioneta de lugar e passou os contatos elétricos por fora com outro flat cable para que fosse possível o ajuste do diafragma.

Para essa foto abaixo não usei essa lente, mais sim minha 18-55mm sem qualquer aparato. Simplesmente tirei a lente da câmera e uma vez que não tenho anel inversor, segurei a lente invertida na frente do corpo, escolhi a distância focal, foquei e disparei. Por esse motivo é impossível que essa foto ficasse tão boa quanto a que mostrei acima, pois sem anel inversor, tenho que me concentrar muito em deixar a lente posicionada no corpo da câmera, e quem já tentou sabe que não é fácil…
Lembrando que para conseguir focar, você deverá aproximar ou afastar suavemente a câmera do sujeito/objeto ao invés de usar o anel de foco.

Se você for brincar disso, escolha um lugar sem poeira e sem vento, pois como o sensor está estaticamente ativo e desprotegido, com certeza partículas de poeira irão ser atraídas para sua superfície (mesmo em um ambiente sem poeira e vento…).

Câmera – Canon T2i
Modo – Manual
Lente – 18-55mm (em todas as fotos).
Flash – 430 EX II – externo e com mini softbox 20x30cm em potencia 1/1 (em todas as fotos).
Edição: LR4: Realces, contrastes, claridade, sombras, pretos e exposição (em todas as fotos).

Foto 01
Abertura – f/36
Velocidade – 1/50
ISO-100
Distância focal – 55mm (lente encaixada normalmente na câmera)

Foto 02
Abertura – f/16
Velocidade – 1/50
ISO-100
Distância focal – 18mm (lente invertida)

Foto 03
Abertura – f/16
Velocidade – 1/60
ISO-100
Distância focal – 24 aproximadamente (lente invertida)

Fotos macro feitas com a canon 18-55

Espero que esse texto tenha lhe motivado a fazer esse tipo de fotos.

Se gostou da matéria, compartilhe com seus amigos!
Abraços e bons cliques!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code